sábado, 5 de dezembro de 2009

Ainda nas cidades...

Companheiros,

este artigo me foi enviado por um antigo colaborador e queria colocá-lo em pauta.

"Bom, sou morador do subúrbio carioca, e todos os dias que olho pela minha janela avisto um emaranhado de casas popularmente chamado de "Complexo do Alemão". Vislumbro as obras do Programa de Aceleração do Crescimento. Tudo se resolve em questão de meses. As obras faraônicas ganham vida facilmente. Contudo, o saneamento básico na Baixada Fluminense e outras obras necessárias são deixadas de lado. Também fui sabedor que alguns moradores das comunidades da Zona Sul estão recebendo seus títulos de propriedade das casas. Ora, quer dizer que milhões de construções ilegais, feitas nas encostas dos morros cariocas, um atentado à ordem e ao meio ambiente, serão legalizados pelo governo? Simplesmente, o que não pode ser remediado, remediado está? Essas famílias não serão realocadas para conjuntos habitacionais COMPRADOS? É isso? Tudo será legalizado como uma grande borracha na memória dos cidadãos? O caos no Rio vai continuar? Por que a União não realoca essas famílias para COHABs e dão uma vida digna a essa população? Deixo essas perguntas a todos."

Grato.

Dr. Ernesto

2 comentários:

Peter Garcia disse...

Para o governo é muito mais fácil viver de aparência e a base de demagogia do que ajudar de verdade os necessitados.
Tais obras visam mostrar uma realidade falsa aos turistas que visitarão a cidade nos eventos futuros.
Sobre a baixada,algum turista visita a baixada?! Isso explica o descaso com os moradores de lá.

Espero ter contribuido,um abraço!

Dr. Ernesto disse...

Pois é Peter. Me parece que ainda vivemos na política do "para inglês ver". O samba não diz que livraram-se do açoite da senzala e agora estão presos na miséria da favela? Então, se ainda vivemos uma espécie de escravidão, o governo age como antigamente também. Só para o inglês ver... e todo o público estrangeiro que visitará o país nas olimpíadas.

Dr. Ernesto.