terça-feira, 1 de setembro de 2009

A Internet e a Perda de Tempo

Companheiros,
estou tentando ou procurando argumentos para tratar deste assunto desde que começamos com o blog, mas ainda não havia encontrado o tom para o debate. Pois bem, aí vamos nós. O que leva algumas pessoas a perderem seu "precioso" tempo em futilidades da internet? Sou e sempre fui um feroz combatedor da rede de relacionamentos Orkut. O Orkut, em meu ponto de vista é um instrumento que o cidadão de bem, trabalhador, cumpridor de seus deveres entrega na mão de alguns bons ou mau caráteres, conhecidos ou desconhecidos, para dar sua vida particular a saber. Fotos que ostentam coisas que deveriam ser mantidas com discrição. Fotos da família que indicam um a um seus membros e seu grau de parentensco. Seu estado civil atual, o local onde você mora, seu emprego, enfim, sua vida particular, devassada com a sua total concordância e ajuda. Já fui muito questionado por não ter um Orkut, e para aqueles que já me questionaram, aí está a explicação. O Orkut entrega na mão daqueles mau intencionados, a arma para um sequestro, uma extorção ou um assalto. Isso, quem promoveu foi você.
       No entanto, hoje, a nova febre da internet é o Twitter, uma espécie de blog, que serve apenas para você espalhar pela rede aquilo que está pensando ou fazendo naquele momento. Ora, por qual motivo uma comunidade internauta precisa saber o que eu estou fazendo? Não, isso está completamente distorcido. Sem falar daqueles que usam o tópicos dos seguidores para seguir personalidades que não tem nenhum compromisso moral ou social com o povo. Xuxa? Por qual motivo eu seguiria a Xuxa no Twitter? Para ela tentar corrigir os erros da filha com a estapafúrdia explicação de que a garota foi alfabetizada em inglês!? Ora, se alfabetizou a filha em inglês, o que está fazendo morando aqui no Brasil??? Ah, lembrei: só aqui no Brasil ela tem audiência. Só aqui no Brasil ela seria a "Rainha dos Baixinhos". Só aqui no Brasil ela seria "seguida" no Twitter.
Grato.

5 comentários:

Daniel Braga disse...

Bom, falar do Twitter eu não posso pois eu não uso o mesmo. Sei que existem coisas interessantes a seguir como, por exemplo, um Twitter que poste informações que são da sua vnotade saber, fica bem mais fácil se você segui-lo.
Quanto ao orkut eu posso falar, dependendo da situação fica complicado ter só msn para a comunicação entre as pessoas. Eu, por exemplo, tenho amigos fora do país e se não tivesse o orkut muitas das vezes ficaria um bom tempo sem falar com eles por não encontra-los no msn devido a diferença de horário. O Orkut é uma ferramenta para facilitar a comunicação. Na minha opinião o problema não são os programas oferecidos, gosto disso. Você pode entrar na internet e procurar o que te interessa fazer. Os errados nessa história toda são as pessoas e como usam esses instrumentos. Posso ter um okurt totalmente discreto se quiser, como posso ter o mais espalhafatoso de todos. O Orkut não vai me julgar, eu mesmo que tenho que faze-lo.

J. Xavier disse...

Companheiros,
não é de se espantar que uma alpinista social, que teve participações em filmes pornográficas, e dormiu com qualquer um que lhe desse alguma notoriedade tivesse uma atitude dessa. Já que a filha da senhora Maria da Graça, foi alfabetizada em inglês, ela poderia ser enviada com uma passagem só de ida para alguma ex-colônia inglesa na África, no meio de algum conflito étnico para treinar seu afamado inglês.
Porém, a discussão não é essa. Sou usuário do orkut, pelo mesmo motivo que o companheiro Daniel citou. A comunicação com pessoas distantes. Mas, quem faz seu perfil, é você mesmo, portanto cabe aos usuários saber os limites de sua privacidade, sendo assim, quem usa de maneira incorreta essa ferramente vai sofrer as consequências. Depois, veremos se valeu a pena!

Coelho disse...

Sr. Ernesto,

primeiramente muito boa noite!
em parte eu concordo com o q o Sr. disse nesta postagem. eu como usuário da rede de relacionamento orkut venho esclarecer a sua mente tão pavorosamente assustada com o q vê alguns cidadãos no orkut.
algumas pessoas si deixam levar pelo que o site de relacionamento oferece, sendo que nada é obrigatório! vc é qum sabe si vai postar fotos de sua inteira intimidade com pessoas altamente desconhecidas. na verdade o orkut foi criado para aproximar pessoas que já tiveram um relacionamento no passado e gostariam de se rever; pessoas que vão embora do país, por exemplo, e nada mais é uma forma rápida e barata de reencontrar pessoas queridas que não fazem mais parte do seu di-a-dia. a pena é que pessoas leigas e inocentes se expõe demasiadamente.
na verdade tudo é uma questão do consciencia pessoal.

Peter disse...

Como tudo na vida tem seu lado positivo e negativo,a Internet não foge dessa regra. Na internet encontramos coisas úteis e coisas fúteis,cabe a cada um a sua opçao a ser seguida.
Sobre o Twitter não sei pois não conheço tal rede,mas o Orkut possui suas futilidades e utilidades. Se utilizado de maneira correta é capaz de ser discreto e de boa ajuda em assuntos profissionais e na relação com colegas e amigos.

Abração!

J. Xavier disse...

No fim das contas, quem paga o pato, é aquele que não faz questão de se instruir e sair do obscurantismo da ignorância. Pois, da mesma maneira, que ele perde tempo fazendo um perfil por horas, podia tirar um pouco desse tempo e procurar na própria internet, como se proteger de ameaças dde desconhecidos. Infelizmente, isso não é uma constante nos usuários do orkut.